Mitose – Pró-Metáfase

Maiores detalhes e informações sobre a pró-metáfase.

prometafaseA pró-metáfase inicia-se repentinamente com a dissociação do envelope nuclear, o qual é quebrado em varias vesículas de membrana. Esse processo é iniciado pela fosforilação e consequente dissociação das proteínas do filamento intermediário da lamina nuclear, uma rede de proteínas fibrosas que sustenta e estabiliza o envelope nuclear. Os microtúbulos do fuso, os quais estão aguardando do lado de fora do núcleo, agora têm acesso aos cromossomos replicados e se ligam a eles (ALBERTS, 2006, p. 645).

Os microtúbulos do fuso terminam ligados aos cromossomos por um complexo de proteínas especializadas denominado cinetocoro, o qual reúne-se nos cromossomos condensados durante o final da prófase. Como discutido anteriormente, cada cromossomo replicado é constituído por duas cromátides-irmãs ligadas ao longo de sua extensão, e cada cromátide possui uma constrição em uma região de uma sequência de DNA especializada denominada centrômero. Logo antes da pró-metáfase, as proteínas do cinetócoro reúnem-se em um grande complexo em cada centrômero. Cada cromossomo duplicado, portanto, possui dois cinetocoros (um em cada cromátide-irmã) direcionados para lados opostos. A reunião dos cinetocoros depende da presença de sequência de DNA do centrômero. Na ausência dessa sequência, os cinetocoros não são formados e, consequentemente, os cromossomos não segregam corretamente durante a mitose (ALBERTS, 2006, p. 645).

Uma vez desfeito o envelope nuclear, um microtúbulo que encontra um cromossomo se liga a ele, capturando o cromossomo. O microtúbulo eventualmente se liga ao cinetocoro e agora é denominado microtúbulo do cinetocoro, unindo o cromossomo a um pólo do fuso. Como os cinetocoros das cromátides-irmã estão voltados para os pólos opostos, eles tendem a se ligar aos microtúbulos de pólos opostos do fuso, de modo que cada cromossomo replicado se torna ligado aos dois pólos do fuso. O numero de microtúbulos ligados a cada cinetocoro varia entre as espécies; cada cinetocoro humano liga 20-40 microtúbulos, enquanto o cinetocoro de leveduras liga apenas um microtúbulo (ALBERTS, 2006, p. 646).

Referência
ALBERTS, Bruce. Fundamentos da Biologia Celular. 2. Ed. Porto Alegre: ARTMED, 2006.